foto: reprodução internet

Com a chegada do Verão, aquela caminhada no parque no final do dia torna-se quase que obrigatória. Levar o pet para dar uma volta ou brincar muito com ele no quintal são atividade bastante prazerosas para quem ama animais. Mas atenção: alguns cuidados precisam ser tomados para que essas atividades, que deveriam ser prazerosas, não se tornem momentos de sofrimento para cães e gatos.
Os animais tendem a sofrer mais com o calorão. A temperatura deles demora mais para diminuir e por isso precisamos estar muito atentos aos sinais que eles apresentam. Felizmente existem muitos cuidados que podemos tomar para deixar o Verão deles muito mais confortável.

Cuidado com as patinhas
Os horários de maior calor também são propícios para queimaduras. Uma dica interessante é colocar o pé descalço por alguns segundos no asfalto ou na calçada. Se estiver muito quente para você, também estará quente para o pet. Caso seja inevitável sair com eles nesse horário, você pode optar por sapatinhos especiais para eles e procurar andar pela sombra e em terrenos com menos incidência de calor, como terra e gramados.

Mantenha o pet hidratado
Você sente sede nesse calor? Saiba que seu bichinho de estimação também! Manter água limpa e fresca é muito importante para que o animal permaneça hidratado. Água gelada, então, é perfeito! Você também pode oferecer água de coco (especialmente gelada) ou suco de frutas. Mas nunca dê suco de uva ou carambola pois são tóxicas para cachorros e gatos!

Escolha o melhor horário para passear

O início da manhã e o fim da tarde são ideais para dar aquela volta no parque ou sair para correr com o cachorro. Evite horários mais quentes do dia pois, assim como nós, os animais sentem muito calor e podem até sentir mal-estar devido às altas temperaturas.

Cuidado com os parasitas

O calor e a umidade podem provocar proliferação de carrapatos e pulgas. Mantenha em dia o plano de prevenção contra ectoparasitas, deixe o ambiente limpo e, ao menor sinal de pulgas e carrapatos, busque ajuda profissional.

Dê banhos refrescantes

Mas atenção para não dar banho logo que chegar do passeio. Isso pode provocar um choque térmico e ocasionar mal-estar no pet. O ideal é deixá-lo por um tempinho perto do ventilador ou em um ambiente mais fresco, para que ele possa diminuir a temperatura corporal. A frequência dos banhos deve ser discutida com o veterinário, para não prejudicar a pelagem e ocasionar alergias nos animais.

foto: reprodução internet
COMPARTILHAR

Deixe uma resposta