O fim de ano é tempo de comemoração, mas para nossos bichos de estimação pode não ser tão feliz. Muitos cães tem medo de fogos de artificio, outro cuidado é se você fizer uma festa em casa. Confira algumas dicas:

Fogos de artifício
O alto barulho dos fogos de artifícios provoca imenso pânico nos animais, o que acaba ocasionando um número alto de acidentes dos mais variados tipos. Com o susto, por exemplo, os animais podem saltar muros ou se atirar pela janela.

Os cachorros, em especial, apresentam uma sensibilidade maior ao barulho devido à sua audição avançada.  Coloque seu bicho em um lugar onde ele se sinta seguro. Mantenha a luz acesa e, se ele estiver acostumado, deixe TV e rádio ligado. Converse um pouco, faça carinho e vá visitá-lo de tempo em tempo.

Alguns veterinários aconselham o uso de tampões de algodão nos ouvidos que podem ser colocados minutos antes e tirados logo após os fogos;

Identifique seu pet
Mesmo que ele fique dentro de casa, é muito importante deixar uma plaquinha na coleira dele. Esta é a época de maior incidência de fugas e abandono de cães e gatos. Com visitas, as vezes esquecemos o portão aberto ou não percebemos aquela frestinha na porta além dos fogos que podem estressar o animal fazendo com que ele fuja.

Alimentos
Evite dar pedaços de suas refeições aos animais pois pode causar intoxicação alimentar, diarreia ou até algo mais grave. Restos de aves com ossos, principalmente, devem ser evitados já que podem causar engasgos e até mesmo perfurações de órgãos internos.

Se você não quiser deixar seu pet fora da ceia especial de fim de ano, existem produtos específicos que podem ser uma boa opção de alimentação, como panetone com ingredientes próprios para os pets.

O chocolate é um dos alimentos potencialmente mais tóxicos para o seu cachorro. Fique atento!

Bebidas alcoólicas
Seria possível ver animais em coma alcoólico? Acreditem, muitos chegam às emergências veterinárias com esse problema. E isso acontece porque, frequentemente, as pessoas esquecem seus copos com bebidas alcoólicas em lugares de fácil acesso. O álcool é absorvido pelo organismo dos animais e metabolizado pelo fígado bem mais rapidamente, causando náuseas e vômitos, problemas respiratórios e até coma.

Quando a festa é na sua casa
A chegada dos seus convidados, muita agitação e barulho fora do normal pode não fazer bem para algumas raças de cães e, principalmente para gatos. Por isso, se as comemorações de final de ano forem ocorrer na sua casa e dependendo da personalidade do seu pet, cogite a possibilidade de deixa-lo em um cômodo separado ou até mesmo em um hotel de confiança. Mesmo os animais mais dóceis podem sofrer alteração de comportamento e se mostrar agressivos diante da grande agitação e de pessoas desconhecidas.

Hotel para animais

Se você vai viajar e não pode levar seu pet junto, não deixe-o sozinho. Tente deixá-lo com uma pessoa de confiança ou, se necessário, opte pelo serviço de hospedagem para pets e garanta que seu animalzinho passe esse período longe de você em segurança.

Viajando com o pet
Se você puder levá-lo em sua viagem e for viajar de carro, é preciso tomar alguns cuidados: deixe o animal em jejum por, pelo menos, duas horas antes da viagem, faça paradas para que ele possa urinar e beber água e nunca o deixe fechado e sozinho no interior do carro. Não esqueça de comprar um cinto ou caixa de transporte.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta