A cozinha é um ambiente fértil, onde ideias transformam-se rapidamente em refeições. Cozinhar é uma arte que exige dedicação e tempo. Porém, para quem não dispõe de tantas horas, os utensílios de cozinha prometem auxiliar no processo. Práticos e muito funcionais, colheres, facas, mixers e processadores viabilizam – e aceleram – os preparos. A lista de itens que podem ser utilizados no ambiente é infinita – há opções coloridas e divertidíssimas. Desde açucareiros, liquidificadores, cortadores e raladores, até conchas e espátulas. Basta fazer um levantamento do que você mais utiliza e divirta-se.

Cozinha também é lugar de homem
Não. Cozinha não é só lugar de mulher. E para desconstruir essa cultura de que a hegemonia do espaço deve ser delas, Bruno Alberto Kranz, 29 anos, conta sua história de apreço por utensílios de cozinha – e por ela em si.
“Quando eu era pequeno, meu pai e minha mãe cozinhavam todos os dias arroz, massa, carne e, às vezes, um feijão. Aí eu assistia na televisão pessoas cozinhado outras receitas, e foi o que mais me despertou interesse, acompanhando aos episódios do Anonymus Gourmet. E, claro, na tentativa de experimentar sabores diferenciados”, destaca.

Entendido que só ele sobre utensílios de cozinha, Bruno afirma que ter um multiprocessador é indispensável para um preparo mais rápido das receitas, e que existem facas para diferentes tipos de cortes de alimentos.
“Sempre bom ter facas de diversos tamanhos à disposição. Também uso panela de ferro porque proporciona um sabor mais agradável para a carne. Tenho o multiprocessador que é uma beleza. Ele fatia, tritura, mói e serve como liquidificador e batedeira”, salienta.
Para fatiar os legumes? Nada como um fatiador com regulagem de altura do corte, tornando possível, segundo Bruno, diversificar na hora de apresentar o prato.

“No começo ficava triste, pois sempre faltava algum utensílio para o preparo, e ficava maravilhado com os equipamentos usados nos programas. Comecei a adquirir aos poucos. Cozinhar é bom, mas dá trabalho. E sem os utensílios certos, fica mais complicado; demora mais. Gosto de ir a lojas para procurar itens úteis”, conclui.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta