sorvete, picolé, delícia gelada, sobremesa, gelato
Crédito: banco de imagens

Poucas coisas são tão unânimes quanto o sorvete e o picolé. É raríssimo encontrar alguém que passe o verão sem se deliciar com essas iguarias. Muitos acreditam que a história do sorvete ou do “gelato” começa na Itália. Porém, antes de chegar à Europa, há cerca de 3 mil anos, foram os chineses que deram início ao que viria a ser o sorvete conhecido hoje. Eles descobriram que misturando a neve com frutas tinham uma iguaria gelada e muito saborosa.

Depois, os árabes começaram a fazer caldas geladas chamadas de sharbet, e que mais tarde se transformaram nos famosos sorvetes franceses, sem leite. A história dessa delícia ainda passa pelos banquetes de Alexandre, o Grande, na Grécia, para então chegar em Roma e às festas gastronômicas do imperador Nero, que mandava seus escravos buscarem neve nas montanhas para misturar com mel, polpa ou suco de frutas.

Foi na Itália, porém, que se desenvolveram novas técnicas de fazer sorvete. Depois disso os gelatos se espalharam pelo mundo e quando foi possível armazená-lo sem que derretesse ganharam ainda mais adeptos. O leiteiro Jacob Fussel abriu, nos Estados Unidos, em 1851, a primeira indústria de sorvetes. Ele foi responsável por iniciar a fabricação em grande escala desse doce.

No Brasil, o sorvete ficou conhecido em 1834, quando comerciantes cariocas compraram toneladas de gelo vindas em um navio norte-americano e começaram a fabricar sorvetes com frutas brasileiras. Como não havia como conservar o sorvete gelado, havia hora marcada para a pequena produção, com fila para comprar e já se deliciar.


Não faltam opções de sorvetes e picolé. Qual o seu favorito?
Expresso

Também conhecido como sorvete italiano, é a versão mais rápida dessa delícia. Máquinas transformam uma calda homogênea em sorvete cremoso e sem cristais de gelo. Basta escolher como quer se deliciar, na casquinha, potinho, cascão ou sundae. Uma casquinha costuma ter 170 calorias, aproximadamente.

Frozen yogurt
Leve e pouco calórico, apenas 85 calorias. As coberturas de frutas o tornam ainda mais nutritivo, sem o acréscimo de gordura ou açúcar.

Sorvete de massa
É o mais comum, vendido em potes e porções menores. Tem cerca de 180 calorias a cada porção e muitos aditivos.

Sorbet

Feito à base de água e frutas, é o ideal para os intolerantes à lactose. Em cada 100g da sobremesa são 72 calorias.

Picolé
Prefira sempre os de fruta, que contêm grande quantidade de água na composição. Em média, 55 calorias.

Paleta mexicana
É uma delícia, mas os recheios – aquele leite condensado que escorre, por exemplo – tornam muito calórica. Em média, tem 370 calorias.

Sorvete na pedra
É a moda desse verão. A massa tem pouco açúcar e gordura, por isso sua consistência é mais firme que a do sorvete tradicional. Antes de servir ela é trabalhada sobre uma pedra gelada e ganha cremosidade. Tem 50% menos calorias que o sorvete de massa tradicional. Porém, são oferecidas coberturas como Nutella, Ninho ou caldas doces, o que faz essa vantagem se perder.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta