Mais um ciclo se encerra, e 2017 vai embora levando com ele, entre boas e ruins, muitas lembranças. A cada novo ano que inicia a expectativa e curiosidade sobre como ele será é inevitável, seja na política, no amor ou saúde.

Os tons mais apropriados e que trarão bons fluídos é uma dúvida de quem quer entrar com o pé direito no novo período. Para as principais cores do próximo ano, o vermelho, rosa, verde e branco, a cor universal, estão em ascensão. Já os orixás regentes, de acordo com Mãe Mary, serão Bará, Obá e Ossanha.

Segundo Mãe Mary de Oyá, dirigente espiritual do Ilê Agbara Oyá ati Oxalá, 2018 será de parcerias e aproximação de opostos. Desde as uniões de trabalho, relações amorosas e sociedades profissionais, todas essas interações serão bastante evidentes.

Política
“Melhora no segundo semestre. As vibrações serão mais marcantes nas atividades diplomáticas e políticas; ou seja, a perspectiva para crescimento do país é enorme, uma vez que o exterior está propenso a evoluir cada vez mais. E a evolução pessoal relacionada ao empreendedorismo também é favorecida. Haverá, ainda, assuntos ligados à educação. Será um ano de descobertas, onde algumas pessoas no poder irão cair.”

Amor

Segundo a Mãe Mary, no próximo ano, os relacionamentos só prosperarão se houver reciprocidade. “Quando um não quer dois não brigam. Caso alguém esteja num relacionamento apenas por comodidade, provavelmente, o relacionamento chegará ao fim. E nem todos os relacionamentos que surgirão serão vingadouros”, diz.

Como o ano representa o começo, é importante, segundo prevê Mary, estar com a mente aberta, pois será uma atitude positiva ao seu favor.

“Ótimo período para aperfeiçoar novos projetos, dar uma guinada na vida, virar a mesa, colocar a mão na massa, trabalhar bastante, fazer ajustes necessários na área profissional, apostando em cada oportunidade que surgir”.

Bom para a Saúde
De acordo Mãe Mary, na questão de saúde, tanto no Brasil quanto no mundo, o momento pode ser muito bom. “No final do ano ou começo de 2019 existe grande possibilidade de descobrirem uma medicação para cura de uma doença grave.”

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta