Quem nunca passou por aquele sufoco de não encontrar uma peça no guarda-roupa? Separamos algumas dicas para você fazer um detox em suas roupas e manter seu armário organizado. Assim como nosso organismo, os cabides e gavetas também funcionam mal quando estão muito cheios.

Veja todas as peças: quando elas estão guardadas não temos noção da quantidade de roupas que temos. Pegue todas as suas roupas em gavetas e no guarda-roupa e monte uma pilha para você ser capaz visualizar quantas peças semelhantes você possui.

Peças velhas ou danificadas: aproveite para tirar as roupas manchadas, amareladas ou rasgadas. Além das meias sem par, sutiã sem alça e cuecas ou calcinhas sem elástico.

Não serve: separe as roupas que não servem. Quem ganhou ou perdeu peso sabe a dor que é perder uma roupa, principalmente se ela é uma de suas preferidas. Mas guardá-las para se tornar uma meta de emagrecimento, ou que você jura que algum dia procurará uma costureira para ajustá-la não é uma das melhores ideias. Se a peça não foi usada em 18 meses, ela deve ir embora.

Peça ajuda: se mexer nas suas roupas é difícil para você, peça ajuda. Esta pessoa deve ser capaz de fazer críticas construtivas para dar uma opinião honesta.

Livre-se do passado: tudo o que você tem deve se encaixar em sua vida agora, não no corpo que você tinha anos atrás ou no hobby que você tinha. Adapte seu estilo ao seu momento atual.

Seleção: após selecionar tudo separe o que você quer dar e vender. Certifique-se que tudo está em bom estado.

Sapatos: os sapatos também devem passar por uma revisão. Verifique a quantidade de pares e os que são parecidos. Por exemplo se você tem cinco sapatilhas escolha duas ou três para manter.

Itens duplicados: ter duas blusas da mesma cor, vestidos parecidíssimos, vários sapatos iguais é muito mais uma forma de criar volume no guarda-roupas do que ter mais opções para vestir.

 

 

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta