Por terem a pele muito delicada, roupinhas dos bebês precisam de atenção especial Foto: banco de imagens

Quanto mais jovem um bebê é, mais sensível a doenças ou manifestações alérgicas será a sua pele. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de vestir os pequenos. Sabe aquelas dicas que toda a avó oferece à filha quando essa é mãe de primeira viagem? Se não sabe, descobrirá agora. Tudo para garantir a segurança dos pequenos.

Evite misturar as roupas de bebês pequenos com as do restante da família. Lembre que ao tocar um recém-nascido, é necessária higiene total já que ele não tem a mesma imunidade que os adultos. A limpeza das roupas segue a mesma regra.

– Se forem peças delicadas, coloque-as em sacos protetores de tecidos ou fronhas.

– Certifique-se de que as peças estão bem enxaguadas. Resíduo de sabão pode afetar a pele do bebê.

Cuidado ao utilizar detergentes ou amaciantes com perfume. Além de irritar o bebê, determinados produtos podem causar alergia. Eles devem ser dermatologicamente testados. Na dúvida, pergunte ao pediatra.

Leia as etiquetas das peças. É um detalhe comumente esquecido, mas pode evitar estragar alguma peça de tecido muito delicado, como normalmente são as de bebê. Se utilizar a máquina de levar, escolha o ciclo adequado. Se lavar à mão, cuidado ao torcer as peças. Prefira apenas apertar para tirar o excesso de água.

Passe a ferro quente as peças do bebê, mesmo se isso não for um hábito na família. E passe do avesso, parte que tem contato com a pele do bebê. É uma precaução, mas importante.

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta