Crédito: reprodução internet

Cada Verão, muitas consultas aparecem no consultório, relacionadas aos borrachudos. São pequenos insetos, mosquitos, que se proliferam rapidamente, e permanecem nas árvores, matas, e até nos gramados. E os estragos causados nos adultos e crianças são enormes: as picadas produzem eritema, vermelhidão no local. Muita coceira. Além de enchume e dor. E se a criança coça, pode surgir inflamação e infecção no local. Febre. As coceiras que resultam desse processo todo tiram o sono da criança e de seus pais.
O último Inverno foi pouco intenso em nossa região. Na verdade, tivemos apenas uma semana gelada. Frio de 5º. C E isso ajudou na proliferação desses insetos, que agora, no Verão, estão muito mais presentes nas cidades da região. Muitas entidades, como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e outras, que dão assistência aos agricultores, aplicam um inseticida natural, o bti, que nada mais é que uma bactéria, que inibe o desenvolvimento e crescimento das larvas do borrachudo. Deve ser aplicado nas margens de córregos, rios, etc. A cada 14 dias, o ano todo. Tem-se conseguido diminuir em muito, esses insetos.
Segundo a Universidade de São Paulo (USP), que estuda esse fenômeno, existem reconhecidos, mais de 170 tipos diferentes de borrachudos. Esses insetos são nativos da Mata Atlântica, voam de dia, gostam do sol quente, e alimentam-se de sangue de mamíferos. Nós humanos, somos picados pela fêmea do borrachudo. Uma fêmea põe centenas de ovinhos, calcula-se 2500 em sua curta vida de 30 dias. São depositados em folhas, plásticos, pedras, galhos de árvores, junto aos cursos de água. E em águas sujas, com material orgânico. Lixeiras, águas servidas, esgotos, sarjetas.
Existem repelentes naturais: tipo esse de juntar 10 gotas de essência de eucalipto com 50 ml de óleo de jojoba ou de côco. Deve-se então, passar na pele da criança a cada duas horas. A citronela é outra substância natural que pode ser usada para afastar esses insetos. E, no local, o que funciona mesmo, é gelo, ali onde aparece o vermelhidão. E nunca usar álcool, que resseca a pele.
Simples assim.11

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta